Visitar imóveis em tempo de pandemia

A necessidade de mudança e necessidade de evoluir são de facto os motores do desenvolvimento das pessoas e organizações. E se pensarmos nos efeitos da pandemia que estamos a viver, vemos como as nossas rotinas, os nossos hábitos pessoais e também os procedimentos de trabalho sofreram uma grande mudança nestes últimos tempos.

A atividade imobiliária é tradicionalmente uma atividade de proximidade com reuniões presenciais e visitas. Ora este período de pandemia obrigou a uma reformulação de todo o sistema de atividade.

Apesar de o digital ter impulsionado muito a atividade, com um forte investimento, e aposta nas redes sociais, Google, portais e marketing digital, etc, a verdade é que a compra, venda ou arrendamento de uma casa continuam a requerer algum contacto presencial.

As visitas continuam a ser uma das fases chave de uma transação imobiliária, e a pandemia veio alterar em muito esta etapa do processo.

Qualquer cliente pode hoje visitar um imóvel à distância, seja por vídeo chamada ou visita virtual. A tecnologia permite também ao consultor qualificar bem os clientes e evitar visitas desnecessárias.

Apesar da promoção em fotografia 360 ou virtual, as visitas virtuais e as visitas em videochamada, quando se encontra um imóvel que cumpre com os critérios previamente definidos, quem compra ou arrenda, quer ver os imóveis de forma presencial.

Assim, para que a visita se faça em segurança, há alguns conselhos que devem ser tidos em consideração:

• Antes de mais, é importante haver alguma garantia acerca da saúde de todos os intervenientes.

• Em caso de imóvel ocupado, é importante fazer a visita num horário em que estejam menos pessoas, bem como reduzir o número de visitantes tanto quanto possível.

• A deslocação do consultor e clientes para o imóvel deve ser efetuada em viaturas separadas.

• O consultor deve assegurar que a visita se faz com os meios de segurança necessários. Deve ter à mão um “kit de visita” com o material necessário para o efeito: máscaras de proteção, álcool gel, luvas, proteções de pés, toalhitas desinfetantes, lenços de papel, etc

• O imóvel, deve estar arejado, se possível com janelas abertas de forma a assegurar a circulação de ar.

• As portas dos vários compartimentos devem estar também abertas para evitar o contacto com os puxadores e maçanetas.

• Deve evitar-se tocar em superfícies o mais possível, e caso não seja possível evitar levar as mãos à boca, olhos e nariz, e lavá-las após a visita.

• Deverá ser mantida uma distância segura entre as pessoas.

Visitar um imóvel pode ser uma experiência diferente nesta fase, mas se está a pensar comprar ou vender um imóvel, saiba que não tem de adiar os seus planos, apesar dos constrangimentos e adaptações, esta pode ser a altura ideal para o fazer.

Partilhar artigo:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk
Share on tumblr
Share on digg
Share on skype
Share on whatsapp
Share on email

Compare listings

Comparar
× Olá, podemos ajudar? Available from 10:00 to 19:00